Saiba como digitalizar livros com qualidade

Que a digitalização de documentos já se tornou essencial para diversas áreas profissionais nós já sabemos. Mas neste artigo trataremos de um tipo específico de digitalização, a digitalização de livros. 

Vamos entender como essa prática pode ser útil para universidades, escolas e bibliotecas, por exemplo, possibilitando a conservação de seus acervos e facilitando o acesso para os  leitores. Vamos conhecer também outras vantagens e descobrir a melhor maneira de escanear livros.

Vantagens da digitalização de livros 

  • Manter uma cópia do livro, para que não se perca caso a obra física seja danificada pelo tempo ou outros fatores; 
  • Ter acesso à informação contida no livro em qualquer lugar, por acesso remoto;
  • Economia com espaço de armazenamento; 
  • Ter a versão eletrônica de obras difíceis de encontrar no comércio de livros digitais, como livros acadêmicos ou edições mais antigas, por exemplo. 

O scanner ideal para digitalizar livros

Para começar, precisamos considerar que a digitalização de livros é uma tarefa bem simples, porém um tanto demorada. Portanto, talvez valha a pena investir em um scanner profissional, com desempenho superior, que garanta mais qualidade e um pouco mais de agilidade para este processo.

A maioria dos profissionais preferem scanners que digitalizam em 600 dpi. Com esta qualidade as imagens são bem mais nítidas e as falhas de reconhecimento de caracteres nos softwares de OCR são bem menores.  

Entre os diversos scanners profissionais disponíveis no mercado, o tipo de scanner que entrega resultado com mais qualidade e exige menos esforço quando se trata de digitalização de livros é o Scanner Planetário.

digitalizar-livros-cartões-documentos
O scanner ScanSnap SV600 é uma ótima opção para digitalizar diversos tipos de documentos.

O scanner planetário gera imagens bem precisas, mas seu diferencial é a flexibilidade. Ele dispensa a necessidade de desmontar o livro no processo de digitalização. Inclusive, ele foi projetado para digitalizar documentos de diversas espessuras e dimensões. 

Documentos encadernados, livros, fotos, papéis grampeados, cadernos, jornais, documentos de tamanho A3, cartões de visita, materiais frágeis e objetos com até 3 cm de espessura, todos estes itens podem ser facilmente escaneados com um scanner planetário de qualidade.

Isso porque este tipo de scanner realiza a digitalização sem tocar a superfície do documento original. Basta posicionar o documento sobre sua mesa, dentro do perímetro de captação da imagem.

É um instrumento eficaz para preservar documentos raros ou importantes demais para serem constantemente manuseados. Por tal motivo é também bastante usado por historiadores.

https://youtu.be/pzqXuBoSn3E

Formatos de saída para digitalização de livros

Depois deste processo você deverá definir o melhor formato para o seu livro agora digitalizado. Você pode escolher entre jpeg, Tiff, PDF, entre outros. Alguns scanners permitem que você já escolha o formato de saída antes de iniciar a digitalização. Mas, se necessário, você também pode utilizar plataformas de conversão como o IlovePDF para adaptar às imagens ao formato desejado.

Por fim, basta revisar, editar (se for o caso), ordenar e unir as imagens para concluir a montagem do seu livro digital.

Você também vai gostar de ler:

Deixe sua comentário

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios devem ser preenchidos *